2015-07-08

Stat rosa pristina nomine; nomina nuda tenemus.

Não esperes de mim, querida, nada mais que um Adeus; eu não espero de ti nada além das saudades de todos os momentos que não vivemos.

Não apreciei receber tão pouco (se algo) em troca de tanto que ofereci - se era pouco, não devias ter aceitado. (estelionato sentimental?)

Meu coração é de pedra, moça, e nele não se escreve à lápis - mas à marteladas de cinzel. Os poucos nomes que nele deixei que se encravassem vão me acompanhar pelo resto de meus dias.
E se nem sempre sou sábio (teu nome está lá, não?), ao menos sou honesto com meus sentimentos. Se é verdade que teu nome está encrustado em meu coração, também o é que, de você, nada mais está lá.
Nem estará.
Adeus.

(Você merece...)

Sem mal entendidos, por favor - se você não sabe se isto é para você, é porque não é. :-)