2007-08-17

Momento Cultura Inútil

"Vade fodere putae, cum porribus tua"*

Não, não é palavrão... É uma frase latina, embora registrada em livros históricos de Portugal: não sei em que crise horrenda do passado, as pessoas que perdiam seu emprego e ficavam de mãos abanando recebiam esta na cara quando iam reclamar. ¬¬

Nesta época, a batata era tida como coisa de miserável, não valia nada, lavagem de porco mesmo. Receber uma desta significaria mais ou menos "Te vira, negão... Vá catar latinha na rua pra ver se pelo menos arranja um pra tomar banho" nos dias de hoje.

É a origem do nosso "Vá plantar batatas" de cada dia... E provavelmente de uma outra expressão idiomática de sonoridade parecida, mas de sentido diverso... ;-)

Provavelmente foi inspirada na frase "Adeamus ad montem, fodere putae, cum porribus nostrus" **, que por sua vez era a forma politicamente correta (em tempos medievais, pelo menos) de um arcaico trocadilho romano, encontrado nos banheiros públicos da Antiga Roma, a saber: "Eamos ad montes fotere ( ou fodere ) puteus"*** - um trocadilho pornográfico, uma vez que "putus" significa "rapazinhos" (romano era tudo boiola mesmo, não??) e plantar (ou cavar) era um eufemismo para... "foder"! :-D

Nada mais divertido que ofender, cultamente, as pessoas... :-D


* "Vá plantar batatas, com tua enxada"
** "Vamos aos montes, plantar batatas, com nossa enxada"
*** "Vamos aos montes, cavar poços"