2007-02-11

Perguntas

E então, num dia já distante, ela se perguntou.

E de súbito, suas perguntas se tornam as minhas...

Sera que eu inventei tudo?
Será que algo se sustenta nessa trama?
Tenho mais dúvidas do que respostas.
As respostas não me amam

Eu achei uma imagem feita de vidro, e fiz-lhe um par com meu próprio fôlego e chama.
Elas se tornaram amigas e se falavam, toda noite, a noite inteira
Foram-se semanas...

E eu encantada, não suspeitei ou levantei escudos.
minhas defesas se entregaram
Será que agora é tarde? Será que ainda tem retorno?
Será que fico? Será que corro?

Fala comigo, diz que eu estou louca.
Diz que minha imaginação não é culpada
Diz que você é não imagem, é humano
Diz que eu estou errada

Ou entao nao fala nada... Só me olha de novo
Que as perguntas calam
Só me olha de novo
que eu sorrio
Teus olhos sempre me calam.
Lilica

Sou humano feito de carne, dúvidas e incertezas - tua imaginação é inocente.

De vidro, apenas as imagens de nosso passado - seus cacos ferindo o futuro.

E eu nunca me calo - mesmo quando deveria...