2005-08-15

O que é a Verdade?

Você já se fez esta pergunta? Conseguiu responder?

Sim, eu já me fiz esta pergunta e, na época, não cheguei a uma resposta satisfatória.

Propus, então, a questão ao grupo de discussões da galerinha de testes lá do trabalho (nossa... já faz tanto tempo assim?) com resultados previsíveis : uma baita discussão mastodôntica que durou dias e gerou dezenas e mais dezenas de emails (teriam chegado à 100? vou verificar quando voltar ao batente...).

Proposições houveram aos montes :

  • A Verdade é o inverso da Mentira : o que não é mentira, tende a ser verdade!
  • Não existe uma Verdade - mas sim uma miríade de verdades individuais (Verdade Individual?)
  • A Verdade é o que as pessoas acreditam ser verdade (Verdade Coletiva?)
  • A Verdade está além da compreensão humana (Verdade Divina?)
  • A Verdade é uma ilusão

Mas nenhuma delas resistiu ao mais elementar debate. Há sempre pontas soltas, partes que não se encaixam. "Verdades incompletas".

Definirmos Verdade em termos de Mentira não funcionou, porque também não conseguimos definir o que é Mentira sem usar o conceito de Verdade - e dois conceitos mutuamente interligados não podem - pelas leis da Lógica e da Razão - ser usados para provarem-se mutuamente.

Admitir que não exista uma Verdade, mas apenas pequenas e infinitas verdades individuais parece uma tese aceitável. No entando, ela nega a existência da Mentira: se cada um possui a sua verdade individual, uma "mentira" seria apenas a verdade individual de alguém que não é compartilhada por outrem... Parece-me mais fácil negar a existência da Verdade que da Mentira - é senso comum que as pessoas mentem...

Pensar na Verdade como feita pelas crenças da maioria das pessoas parece ser bonito e democrático, mas não corresponde à realidade : a maioria das pessoas podem acreditar em idéias falsas e perseguir objetivos absurdos em nome de um falso ideal (alguém mencionou Nazismo?). A Verdade não está na maioria.

Imaginar que a Verdade está além da compreensão humana é admitir a sua inexistência em termos práticos. De que adianta perseguir um conceito o qual eu não compreendo? Isto é dogmatizar a Verdade, transformá-la em religião...

Concluir que a Verdade é apenas uma ilusão leva à conclusão de que a Mentira também o é. Mas as pessoas mentem, e isto não é ilusão. Se as pessoas mentem e também não mentem, quando não estão mentindo elas falam o quê?


Hoje, eu penso que a Verdade, tanto quanto a Mentira, são apenas faces opostas da mesma moeda - moeda esta que usamos para pagar os "débitos" que adquirimos por nossa falta de sinceridade para com as pessoas.

Porque a Verdade é complementar à Mentira, e vice versa - e não o seu oposto. O oposto da Verdade é também o oposto da Mentira.

O oposto da Verdade e da Mentira é a Sinceridade. Quando existe Sinceridade entre duas pessoas os conceitos de Verdade e Mentira deixam de ser necessários.


Onde há Sinceridade, verdades e mentiras são irrelevantes.

Seria utopia? Talvez...

Mas eu persisto nesta busca.

Questões:


2 Lições:

Blogger Giseli ensina...

Disse muito e nao disse nada...rs

31 de out de 2005 22:48:00  
Blogger Pink ensina...

Much ado about nothing..., como já afirmou Shakespeare... :-P

Mas como falhei (como todos falhamos) em definir o que é Verdade e o que é Mentira, ao menos acredito que seja possível definir o que é Sinceridade...

Humm... acho que estou sofirmando... X-P

2 de nov de 2005 00:52:00  

Postar um comentário

<< Home