2004-09-22

Sobre tudo, e sobre nada.

Dias atribulados.

Muita coisa acontecendo do meu lado da RealLife, sufocou a criatividade.


Estranho ter as coisas pululando dentro do cocoruto e não conseguir pôr pra fora - preciso trabalhar isto.


Pensamentos mil explodindo em mil fagulhas, cada fagulha disputando espaço em minha consciência, colidindo umas contra às outras.

Cada colisão, um lampejo. Cada lampejo, um conflito.

Conflito entre o que eu quero e o que querem de mim; Entre o que desejo e o que desejam de mim; Entre o que exijo, e o que exigem de mim...

Dos conflitos, conflaga-se a Guerra.

Guerra Santa. Guerra sem vencedores, onde se luta a Boa Luta - mas dissociada da Boa Causa. Luta-se pela luta. Luta-se sem vontade.


Luto para adiar a minha própria derrota - na esperança de que ela chegue primeiro a meus antagonistas...


Antagonistas que eu amo. Antagonistas que eu odeio. Antagonistas que eu desprezo. Antagonistas que eu ignoro.

Antagonistas que não existem - exceto na minha mente. Como a Luta; como a Guerra; como os conflitos, as colisões e os lampejos.

Mas nem por isto os lampejos deixam de me ofuscar.


My God! It's full of stars....